Insônia

Tribo da Periferia

  • Genero:
  • Website: Não informado.
  • Nacionalidade: Não informado.
  • Enviado por: Letras de Músicas

Letra da música

Tribo da Periferia - Insônia

Música enviada por: Defensora

Perdi o sono outra vez
E hoje esses cara preta vai queimar
Porque são duas da manhã e eu tô aqui
Com outra garrafa de vodka (de vodka)
E eu sou mais um maloqueiro da quebrada
Que tá virado desde outras madrugadas
Depois das onze já não pensa mais em nada
Só quer viver que a vida é única (é única)

Eu e meu desprazer
É o que me faz sentir prazer
É o que me faz enlouquecer
É o que me faz querer viver
E ver que tudo é passageiro
Solta esses cabelo e vem
Que hoje eu vim pra esbagaçar nessa porra
Que nós tá solteiro deixa o som bater neném
Até a polícia chegar se pedir pra abaixar
Nós vai pra outro lugar
Oooh hoje eu quero ver os cara preta queimar
(Os cara preta queimar...)

Mais uma vez o sol nasceu a noite virou dia
Eu e meu desprazer a rua e sua ousadia
Liga pra nada não que ta bom toca o som
E quem não ta bebendo bota fogo num do bom
E quantas vezes vi a cara de quem desacreditou
E só foi motivação hoje eu sei que o som virou
E quem diria logo nós de rueira Red e Vulcano
É cheiro de prosperidade andando de nave do ano

Joga esses cabelos e vem
Chega mais perto do meu colo neném
Joga esses cabelos e vem
Se quiser ir pra onde eu vou tudo acaba bem
Aqui não é Hollywood mas a cena nós roubou
Bate as taças faz um brinde a quem é merecedor
Pela paz nessa quebrada mais saúde mais amor
Quando achar que terminou a festa apenas começou

Eu e meu desprazer
É o que me faz sentir prazer
É o que me faz enlouquecer
É o que me faz querer viver
E ver que tudo é passageiro
Solta esse cabelo e vem
Que hoje eu vim pra esbagaçar nessa porra
E nós tá solteiro deixa o som bater neném
Até a policia chegar se pedir pra abaixar
Nós vai pra outro lugar
Oooh hoje eu quero ver esses cara preta queimar
(Esses cara preta queimar...)

E como é bom viver a vida passa e cê nem vê
E pra que sofrer mais tarde vamos ali no rolê
Logo mais o dia vai amanhecer outra vez
E é nós de novo dez horas da manhã do chinês
Não deixe ninguém roubar sua brisa esse é teu momento
Melhor tá isento desse mundinho violento
Certo é certo é você mesmo é quem faz teu julgamento
Tudo passa faz outro game dê tempo ao tempo
Hoje ninguém dorme eu tô na rua daquele jeito
De rasante na nave com os grave tremendo o peito
Bagaceiro meio bandoleiro
Eu vi um parceiro contribuindo
Pra essa cidade virar um puteiro

Ontem eu pensei se pensar sozinho você morre
E se pagar vai ver você vai ver porque o Df não dorme
Coloca na balança o que pra ti tem mais valor
Amar é bom mas melhor ainda é fazer amor
Eu e meu desprazer
É o que me faz sentir prazer
É o que me faz enlouquecer
É o que me faz querer viver
E ver que tudo é passageiro
Solta esse cabelo e vem
Que hoje eu vim pra esbagaça nessa porra
E nós tá solteiro deixa o som bater neném
Até a polícia chegar se pedir pra abaixar
Nós vai pra outro lugar
Oooh hoje eu quero ver esses cara preta queimar
(Esses cara preta queimar)

letrasdemusicas.com.br Esta letra foi retirada do site www.letrasdemusicas.com.br

Informações da música

Avaliação:
Acesso(s):
Ponto(s):
Média de pontos:
Fãs(s):
Observações: (Part. Hungria Hip Hop)

  1. FAQ
  2. Política de privacidade
  3. Anuncie aqui
  4. Fale conosco
  5. Como funciona?

©2003 - 2017 Letras de Musicas.com.br. Todos os Direitos Reservados.

A música Insônia de Tribo da Periferia como todas as outras, são de propriedade da banda sendo permitido somente a visualização das letras de música encontradas no Letras de Músicas, vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98)