Top Usuários

O Último Adeus do Vaqueiro

Amado Edílson

  • Genero:
  • Website: Não informado.
  • Nacionalidade: Não informado.
  • Enviado por: Letras de Músicas

Letra da música

Amado Edílson - O Último Adeus do Vaqueiro

Música enviada por: Letras de Músicas

Já fui um vaqueiro novo, hoje estou quase acabado
com 69 anos, faz um mês que estou prostrado
e o doutor disse ao meu povo, que estou desenganado
e o doutor disse ao meu povo, que estou desenganado

Campiei 60 anos, brincando no mundo afora
quem fui ano passado, e quem estou sendo agora
dessa saudade que eu sinto, me mata antes da hora
dessa saudade que eu sinto, me mata antes da hora

ja sai pra tantas festas hoje eu nao posso sair
bebi muitas pingas boa, dia e noite sem cair
hoje só vejo remedio sem poder mais engolir
hoje só vejo remedio sem poder mais engolir

Soluçando de saudade, eu dou adeus a minha sela
peço pra minha familia que se puder guarde ela
pra recordar as carreiras, que eu ja dei montado nela
pra recordar as carreiras, que eu ja dei montado nela

Adeus porteira e cancela, estribo e a minha bebida
adeus currais, adeus campos, cerrado patio e corrida
há se deus ainda me desse, mais alguns anos de vida
há se deus ainda me desse, mais alguns anos de vida

de tudo na minha vida eu tenho recordações
adeus queridos vaqueiros e colega dos meus sertoes
fiquei brincando por mim, nas festas de apartações
fiquei brincando por mim, nas festas de apartações

adeus rebanho de gado, que engordei com capim
conservei com tanto gosto, e hoje estou quase no fim
quem sera de hoje em diante, que há de zelar por mim
quem sera de hoje em diante, que há de zelar por mim

Soluçando de saudade, eu dou adeus a minha sela
peço pra minha familia que se puder guarde ela
pra recordar as carreiras, que eu ja dei montado nela
pra recordar as carreiras, que eu ja dei montado nela

dou adeus a meu cavalo, lembrando a vontade dele
ja que deus quer me matar, tambem deve matar ele
pra ninguem ver outro homem, pegar boi montado nele
pra ninguem ver outro homem, pegar boi montado nele

adeus meu querido filho, que foi meu melhor amigo
adeus minha velha esposa, e rainha do meu abrigo
se fosse pelo meu gosto, voces morriam comigo
se fosse pelo meu gosto, voces morriam comigo

meu patrao estou chegando num momento derradeiro
bota a vela na minha mão, e perdoe se fui grosseiro
receba como lembrança, o último adeus do vaqueiro
receba como lembrança, o último adeus do vaqueiro

letrasdemusicas.com.br Esta letra foi retirada do site www.letrasdemusicas.com.br

Informações da música

Avaliação:
Acesso(s):
Ponto(s):
Média de pontos:
Fãs(s):

Vídeo clips de Amado Edílson

Carregando...

Digite o clip (música) que deseja assistir e aguarde:


  1. FAQ
  2. Política de privacidade
  3. Anuncie aqui
  4. Fale conosco
  5. Como funciona?

©2003 - 2014 Letras de Musicas.com.br. Todos os Direitos Reservados.

A música O Último Adeus do Vaqueiro de Amado Edílson como todas as outras, são de propriedade da banda sendo permitido somente a visualização das letras de música encontradas no Letras de Músicas, vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98)